download (1)O Ceará registrou no primeiro mês do ano de 2016 queda de 25,3% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – em comparação com o mesmo período de 2015. O recorte revela que 109 vidas foram salvas no Estado em janeiro. Os dados foram apresentados e discutidos, nesta quinta-feira (4), pelo governador Camilo Santana, durante participação mensal na reunião de monitoramento do Programa “Em Defesa da Vida”, na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza.

“Temos percebido nos resultados que nossas ações estão surtindo efeitos positivos em nosso Estado. Continuamos com um trabalho integrado, focando nas áreas mais críticas, com aumento no efetivo, interiorização das ações, estratégia. E adianto a todos que, o que podermos fazer para diminuirmos ainda mais, faremos. Nós estamos dispostos e trabalhando muito, dialogando com todos os órgão, poderes e sociedade civil para que possamos envolver todos na busca de um Ceará cada vez mais pacífico”, destacou o governador, lembrando que “não há tempo para comemorar, nem lamentar os dados”.

Em números absolutos, o Estado registrou 322 CVLIs no mês passado, contra 431, em janeiro de 2015. São 109 vítimas a menos. Já na Capital, aconteceram 96 crimes em janeiro último – 96 a menos que os 192 casos registrados em 2015, o que significa redução de 50%. Na Região Metropolitana de Fortaleza, aconteceram 84 crimes; no mesmo período de 2015, foram 91 – o que gerou uma redução de 7,7%. O Interior Norte também teve diminuição – 9,1%, passando de 66 CVLIs para 60. O Interior Sul apresentou empate com 82 casos.

As ações integradas realizadas pela Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense; o trabalho focado em levantamentos da inteligência e em dados e análises estatísticas e criminais, como os horários, dias da semana e locais em que mais acontecem crimes, que são repassados para os responsáveis pelas 18 Áreas Integradas de Segurança (AISs), são determinantes para que o número de CVLIs venha caindo. No ano passado, o Estado do Ceará apresentou queda de 9,5% nas ocorrências – e Fortaleza 17%. As diminuições são superiores à meta estadual de – 6% e à meta nacional do Ministério da Justiça, que é – 5%.

Fonte da Informação: Revista Central

Visite nosso site e ouça a nossa programação AO VIVO http://www.am1080.com.br

Anúncios