ImagemO ex-policial e advogado Mizael Bispo de Souza foi condenado a 20 anos de prisão hoje pela morte de sua ex-namorada Mércia Nakashima. O crime ocorreu em maio de 2010, em Nazaré Paulista (a 64 km de São Paulo).

O julgamento durou quatro dias no Fórum de Guarulhos (na Grande São Paulo). Ao todo, nove pessoas foram ouvidas, sendo cinco de acusação, três de defesa e um perito arrolado pelo juiz Leandro Bittencourt Cano.

O réu foi ouvido nesta quarta-feira e voltou a negar participação no crime (Foto: Agência Estado). Uma das testemunhas mais importantes foi o delegado Antônio Assunção de Olim, responsável pela investigação, que foi ouvido anteontem. Em mais de cinco horas de depoimento, ele afirmou que não tem certeza da participação de Mizael no crime.

Neste último dia de júri, defesa e acusação argumentaram por cerca de 1 hora e meia. A Promotoria tentou mostrar que Mizael mentiu no interrogatório e mostrou fotos e e-mails de Mércia, o que emocionou os jurados. A defesa disse que esses e-mails foram editados e disse que não há provas concretas contra o réu.

O vigia Evandro Bezerra Silva também é acusado de participação no crime. Inicialmente, ele iria a julgamento com Mizael, mas o júri foi desmembrado e o julgamento do vigia adiado para 29 de julho. A decisão aconteceu à pedido da defesa de Bezerra, que alegava tese conflitante entre os dois acusados.

Visite nosso Site e Ouça a nossa programação AO VIVO http://www.am1080.com.br

Fonte da informação: Diário do Nordeste

Anúncios